Grandes manobras nucleares na Câmara dos Deputados, Manlio Dinucci

Na véspera do início do Tratado de Proibição das Armas Nucleares, na Câmara dos Deputados, em 19 de Setembro, foi aprovada pela grande maioria (296 contra 72 e 56 abstenções), uma moção PD (abv. de Partido Democrático) assinada por Moscatt e outros. A mesma moção obriga o Governo a “continuar a perseguir o objectivo de um mundo sem armas nucleares através da posição importante do Tratado de Não Proliferação (TNP), considerando, compativelmente com os assuntos obrigatórios na sede da Aliança Atlântica, a (…)

Powered by WPeMatico

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *